Princípios ativos de relaxamento e alisamento

Oi Meninas,

Essa matéria vai esclarecer dúvidas frequentes sobre relaxamento e alisamento capilar. Com o intuito de esclarecer algumas dúvidas sobre ativos de relaxamento e alisamento capilar, damos como referência os princípios ativos mais utilizados hoje pelos profissionais cabeleireiros. Trata-se de um assunto simples, mas de grande conteúdo.

relaxamento de cálcio. sódio, líto ou amônia

Hidróxido de Cálcio
O cálcio é usado em sua forma de hidróxido de cálcio, incorporado em uma base cremosa, que precisa ser ativado pelo carbonato de guanidina. O hidróxido de guanidina resultante possui atividade relaxante bastante versátil e é, atualmente, um campeão entre os relaxantes já que possibilita desde uma abertura de cachos até um perfeito alisamento. Com boa técnica, e um bom conhecimento das condições do fio, torna-se possível colorir os cabelos durante o relaxamento. Não restringe público podendo ser utilizado em crianças, gestantes e em cabelos coloridos, ou até mesmo provenientes de outras químicas de relaxamento, desde que estejam em condições saudáveis. A única restrição são os cabelos descoloridos e os fragilizados, pelo simples fato que estes não aguentam nem mesmo o sol do dia-a-dia. Um dos grandes fatores que contribuiu para o sucesso do uso do cálcio, como ativador da guanidina, foi o seu tempo de ação, relativamente mais lento quando comparado com outros ativos relaxantes, o que permitiu maior segurança e tranquilidade no seu manuseio. Muitos profissionais, que trabalhavam apenas com coloração, corte e penteado, sentiram-se mais seguros em trabalhar com relaxamento e até passaram a ser mais ousados chegando a resultados jamais obtidos.

Hidróxido de Sódio                                                                                                                                                             
O hidróxido de sódio é um alisante cáustico extremamente tradicional. É ideal quando o objetivo é simplesmente alisar um cabelo virgem. Sua ação é rápida e intensa, penetrando imediatamente no fio, e age de modo não muito controlável. O cabelo deve ser resistente e o profissional deve ter habilidade em trabalhar com o produto. Os riscos são maiores, porém, os resultados são gratificantes. Por não tolerar incompatibilidades, o sódio não deve ser aplicado sobre cabelos provenientes de outras químicas. Quando incorporado a uma boa base cremosa, e aplicado por um profissional conhecedor desse produto, os cabelos ficam com brilho e aspecto macio e natural. O maior problema do sódio é que, por diferença de poucos segundos, o cabelo corre o risco de ficar “espetado” escancarando o alisamento e expondo um formato “fabricado”. Um bom relaxamento deve parecer natural. Outro problema é que, devido à velocidade e intensidade com que atua, causa irritação no couro cabeludo com muita frequência, exigindo cuidado redobrado na proteção e restringindo o público.

Hidróxido de Lítio 
O hidróxido de lítio age de forma semelhante ao sódio, porém, de forma mais lenta e suave. Infelizmente não apresenta a mesma versatilidade do cálcio, mas, quando usado em concentrações baixas e por um bom profissional pode-se relaxar um cabelo mechado, ou mesmo descolorido, desde que se tenha um bom conhecimento de diagnóstico do fio, técnica de aplicação e um cabelo bem cuidado. Neste caso, em especial, a base cremosa, onde o hidróxido de lítio está incorporado, deve ser bastante emoliente e hidratante para suprir as deficiências do fio e controlar um pouco a ação do lítio sobre o cabelo já enfraquecido. Deve-se levar em conta que, se o fio já está muito poroso, o que poderemos conseguir será apenas alinhá-los um pouco, acalmando as madeixas, e assim proporcionar mais brilho e um aspecto saudável.

O diagnóstico do cabeleireiro e o bom senso continuam sendo fatores primordiais na hora de escolher um produto e executar um trabalho com algum dos ativos acima citados, evitando qualquer surpresa. Nunca esquecendo que o teste de mecha é de extrema importância, e que cada cabelo apresenta um grau de resposta diferente para cada tratamento.

Tioglicolato de Amônia 
É um ativo químico obtido pela reação entre o ácido tioglicólico e a amônia. Ele age no córtex, quebrando as cadeias de cistina que compõem a fibra capilar, deixando o fio maleável, para ser moldado como desejar. Tem PH alcalino em torno de 9 e necessita neutralização, feita comumente com peróxido de hidrogênio. A aplicação deste ativo é indicada para alisamentos suaves ou na escova definitiva  (procedimento em que o cabelo recebe chapinha antes da neutralização) que resulta em fios extremamente lisos e alinhados. O processo é indicado para quem tem cabelo volumoso ou cacheado, a substância permite que os fios fiquem lisos, mas sem perder o movimento, dando um efeito mais natural. O alisamento com tioglicolato tem efeito permanente (não sai com lavagem) e o retoque é feito apenas na raiz a medida que esta vai crescendo. O tioglicolato de amônia também é bom para as mulheres que possuem cachos, mas não querem deixar as madeixas totalmente escorridas, pois de acordo com a técnica utilizada pelo profissional, pode reduzir o volume sem acabar com as ondas.

Cálcio, Sódio e Amônia eu indico os produtos da linha INNOVATOR da Itallian Hairtech.

Beijos*-*
Assine atualização do blog: Clique aqui

7 comentários:

Anônimo disse...[Responder comentário]

olá! adoro seu blog...esse post caiu como um chapéu pra mim...Recentemente comprei um relaxamento de tioglicolato,tenho os cachos bonitos,porém muuuuito volumosos,queria apenas relaxar,mas como uma amiga vai fazer pra mim tenho medo q alise.gostaria que vc me dissesse mais ou menos como proceder nesse caso,quanto tempo devo deixar agir e como neutralizar.Obrigada!

Perfeita Beleza disse...[Responder comentário]

@Anônimo É só aplicar em toda extensão do cabelo, NÃO PASSE PENTE e deixar agir por uns 20 minutinhos e retirar todo o excesso e neutralizar. Beijos

Paula disse...[Responder comentário]

Oii, amei o post... Conhecendo mais esses hidróxidos, gostaria que me ajudasse: meu cabelo é fino e "era" cacheado até que relaxei com hidróxido de sódio, ficou lindo, macio e reduziu muuuito o volume (tirou os cachos também rsrsrs) mais eu gostava.

Até que um belo dia fui relaxar novamente e depois de uns dias meu cabelo começou a cair horrores e a quebrar também (acho que a cabelereira trocou de produto) fique desesperada pq tinha um cabelo dos sonhos...

Resumindo, fiquei um bom tempo sem passar nada nos cabelos.. depois dessa pausa troquei de cabelereira e ela usa no meu cabelo hidroxido de litio.

Hoje, meu cabelo melhorou bastante, só que não esta macio, sedoso e forte como antes. E quando faço escova não fica com aquele liso natural de antes, fica áspero e super esticado (se eu puxar ele arrebenta) =/ será que o produto não se deu com meu cabelo?

O que faço para voltar como era antes? Por favor me ajude, não estou aguentando ver meu cabelo assim, quero ele volte como era antes...

beeijos *-*

Rosilene Serafim disse...[Responder comentário]

Um produto a base de Tioglicolato de Amônia,que é utilizado pra fazer permanente afro,ele também pode ser utilizado pra fazer uma definitiva?
Ou deve ser utilizado um produto a base de Tioglicolato de Amônia específico pra fazer a definitiva?

Dayane Patricia disse...[Responder comentário]

Gostei bastante viu!

Dayane Patricia disse...[Responder comentário]

Muito bom e esclarecedor!

Anônimo disse...[Responder comentário]

Olá. Meu cabelo está todo natural, só que estou querendo dar um relaxante so para definir mais os cachos. Porém estou com medo porque uma vez dei permanente com amônia e meu cabelo depois ficou esticado. Qual seria o melhor para que não aconteça isso de novo?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...