Saiba tudo sobre Caspa


Você tem caspa? Saiba tudo sobre ela e proteja o seu cabelo.



Ninguém conta e poucos admitem, mas pesquisas mostram que 40% da população brasileira sofre com caspa, um problema que aumenta com a chegada dos meses mais frios. Não se sabe exatamente a causa, mas a caspa pode ser agravada por frio, transpiração, cabelos sujos e até estresse e o nervoso propicia o crescimento de bactérias e fungos no couro cabeludo.
A caspa nada mais é do que uma descamação no couro cabeludo, que pode ser fina e esbranquiçada ou mais grossa, amarelada e gordurosa. Ela ocorre porque, sob alguma condição, a camada mais superficial da pele tornar-se espessa ou passa a ser eliminada mais rapidamente.
A caspa pode ocorrer em qualquer tipo de cabelo e atinge ambos os sexos de forma semelhante. Nos recém-nascidos, faz parte de um quadro conhecido como eczema infantil, e depois dessa fase, torna-se mais frequente na puberdade, podendo permanecer na idade adulta.
A sua causa se da porque na maioria das vezes, o indivíduo sofre de dermatite seborreica do couro cabeludo, ou seja, uma inflamação crônica da pele em pessoas geneticamente predispostas, porém, as detestáveis casquinhas brancas também podem surgir por algum fator irritante, como uso de químicos cáusticos e substâncias encontradas na composição de processos de clareamento de cabelos.
A caspa fica evidente no inverno, pois a descamação seca é mais visível nos climas frios e secos, mas se fizer parte do quadro de dermatite seborreica associada à oleosidade do couro cabeludo, pode piorar no verão devido ao calor. Outros fatores para o surgimento da caspa são estresse, depressão, ansiedade, enfim, qualquer alteração no equilíbrio do organismo modifica o ritmo da eliminação das células da epiderme, provocando a descamação. Alguns medicamentos, como antidepressivos, também podem piorar a situação, sobretudo naqueles que já são seborreicos.
No corpo, quando se manifesta sob a forma de seborreia, pode ocorrer na face, nas pregas do nariz, nas sobrancelhas, nas pálpebras e nas orelhas, além das regiões da virilha, em baixo das mamas e no centro do peito. A danada pode provocar coceira, mas não está relacionada à queda dos fios.
Atualmente há vários tratamentos disponíveis e a escolha depende de grau, áreas afetadas, idade e sintoma associados. Em geral, são utilizados desde shampoo até medicamentos via oral. Todas as formas são tratáveis e pode-se esperar controle ou desaparecimento das alterações, porém, é necessário exame médico cauteloso.

Respondendo algumas questões ?

Existe cura ?

Sim, mas é preciso fazer acompanhamento médico e cuidar dos fios com disciplina.

O estresse interfe ?

Sim, ainda mais em caso de inflamação.

A caspa pode causar fungos ?

Sim, o couro cabeludo oleoso favorece a presença e a proliferação de vários tipos de fungo.

Como combater os fungos ?

Use antifúngicos e fique de olho na oleosidade do couro cabeludo. Não deixe de procurar um médico.

Usar shampoo anti caspa resolve ?

Sim, desde que tenha substâncias como cetoconazol, ácido salicílico, sulfato de selênio, piroctona olamina, zinco e alcatrão. Elas diminuem a oleosidade e a descamação, além de combaterem fungos. Em casos graves, o médico pode receitar antiinflamatórios.

O problema no inverno piora ?

Sim, por causa da água quente do banho e da desidratação natural da pele. Além disso, a renovação das células do couro cabeludo se acelera, provocando a descamação branquinha.

Condicionador na raiz é ruim ?

Costuma ser prejudicial, porque o condicionador torna o couro cabeludo oleoso e mais receptivo ao aparecimento da caspa. Aplique o produto sempre a três dedos da raiz dos cabelos.

O consumo de álcool pode piorar a caspa ? 

Sim. Isso ocorre porque o álcool inibe a atividade de algumas vitaminas do complexo B, que agem na raiz dos cabelos. O consumo de bebida alcoólica desequilibra as glândulas sebáceas, que passam a funcionar mais e formam a caspa.

É preciso lavar os cabelos diariamente com shampoo anti caspa ?

Lavar o cabelo todo dia é importante para diminuir o número de caspa, mas não precisa ser sempre com o shampoo anti caspa. Você pode utilizar o produto especial no couro cabeludo e lavar o comprimento com outro shampoo. O que vale é limpar os fios.

Secador de cabelo e tintura propiciam caspa ?

Sim. O couro cabeludo de quem tem caspa está desidratado e sensível. Então, qualquer agente irritante pode agravar o problema. Evite abusar do secador de cabelo, fazer alisamentos à base de produtos químicos e usar tintura e shampoo tonalizantes.

Tintura piora ?

Se inflamar o couro cabeludo, sim. Fazer permanente também pode agravar o quadro.

Além daquela poeirinha branca nas roupas, há outro sintoma visível ?

Nos quadros médios e graves (chamados de dermatite seborreica), há a presença de uma inflamação. Ela pode gerar vermelhidão, descamação mais intensa e feridas no couro cabeludo. Nesses casos, o ideal é consultar um dermatologista.

Verdades e mitos:

· A caspa não tem relação com falta de asseio.

· O problema não é contagioso.

· Se eliminada pelos tratamentos oferecidos, a caspa não retornará, necessariamente, mais espessa e rebelde.

· Secador em temperatura alta resseca o couro cabeludo e pode causar descamação.

· Dormir com os cabelos molhados não é sinónimo de seborreia.




0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...